A EVOLUÇÃO DA DISTROFIA MUSCULAR DE DUCHENNE1

A DMD leva à perda de força que progride de forma lenta ao longo dos anos. Os pacientes têm inicialmente dificuldade para correr, subir escadas e pular, mas com o tempo também desenvolvem fraqueza nos braços e, nos estágios mais avançados, dificuldades para respirar. Em fases avançadas da doença, os pacientes passam a necessitar de ajudar para realizar as atividades de vida diária.1Em todos os pacientes a força muscular piora ao longo do tempo, mas a velocidade desta piora varia caso a caso. Em média, cerca de 90% dos pacientes estarão na cadeira de rodas por volta dos 15 anos.A evolução da DMD pode ser dividida em 5 estágios:2

*(limites de idade variáveis)

REFERÊNCIAS​

1 Ref: Birnkrant DJ, Bushby K, Bann CM, Apkon SD, Blackwell A, Brumbaugh D, Case LE, Clemens PR, Hadjiyannakis S, Pandya S, Street N, Tomezsko J, Wagner KR, Ward LM, Weber DR; DMD Care Considerations Working Group. Diagnosis and management of Duchenne muscular dystrophy, part 1: diagnosis, and neuromuscular, rehabilitation, endocrine, and gastrointestinal and nutritional management. Lancet Neurol 2018;17(3):251-267.

2 Ref: Araujo APQC, Carvalho AAS, Cavalcanti EBU, Saute JAM, Carvalho E, França MC Junior, Martinez ARM, Navarro MMM, Nucci A, Resende MBD, Gonçalves MVM, Gurgel-Giannetti J, Scola RH, Sobreira CFDR, Reed UC, Zanoteli E. Brazilian consensus on Duchenne muscular dystrophy. Part 1: diagnosis, steroid therapy and  perspectives. Arq Neuropsiquiatr 2017;75(8):104-113.

Conteúdo elaborado pelo
Prof. Dr. Marcondes C. França Jr.
CRM-SP 102.490
Departamento de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da
Universidade Estadual de Campinas (FCM – Unicamp)
Data: agosto/2020